Alemanha anuncia detenção de menores suspeitos de planejar ataque

Redação por Redação
3 Leitura mínima


Três menores suspeitos de preparar um ataque terrorista com motivação islâmica foram detidos e colocados em prisão preventiva no fim de semana da Páscoa, anunciou nesta sexta-feira (12) a Justiça da Alemanha.

Os mandados de detenção dizem respeito a três jovens – duas mulheres de 15 e 16 anos e um rapaz de 15 anos, da Renânia do Norte-Vestefália (noroeste) – suspeitos de terem “planejado um ataque terrorista com motivação islâmica e admitido estar prontos para ação”, segundo comunicado do Ministério Público de Düsseldorf (Oeste do país).

O Ministério Público alemão não deu mais detalhes sobre o caso “devido à idade dos suspeitos e à investigação que está sendo feita”.

O diário alemão Bild publicou que os três adolescentes planejavam atacar agentes da polícia e igrejas em nome do Estado Islâmico (EI) com facas e coquetéis molotov.

“Os jovens pretendiam ainda obter armas de fogo”, acrescentou o jornal.

As autoridades alemãs estão atentas à ameaça islâmica, especialmente desde o início do conflito, em 7 de outubro de 2023, entre Israel e o movimento islâmico Hamas na Faixa de Gaza.

Em entrevista ao diário alemão Süddeutsche Zeitung, concedida logo após o ataque terrorista em Moscou no fim de março, a ministra do Interior da Alemanha, Nancy Faeser, afirmou que o perigo do terrorismo islâmico permanece agudo no país.

As autoridades estão ainda mais alertas porque a Alemanha prepara-se para acolher o campeonato europeu de futebol (de 14 de junho a 14 de julho).

Na entrevista, Faeser destacou que “atualmente, a maior ameaça islâmica na Alemanha vem do Estado Islâmico – Província de Khorasan (EI-K)”, do Afeganistão.

Nos últimos meses, ocorreram duas operações no país contra suspeitos de integrar esse grupo extremista.

Dois supostos jihadistas afegãos, que teriam preparado um ataque perto do Parlamento sueco, foram detidos na Turíngia (Leste da Alemanha) em 19 de março.

No fim de dezembro de 2023, três supostos islamitas foram detidos, sob suspeita de terem um plano para atacar a catedral de Colônia (Oeste) na véspera de Ano Novo utilizando um carro.

Até agora, o ataque jihadista mais mortal cometido em território alemão ocorreu em dezembro de 2016: foi o de um caminhão que deixou 12 mortos num mercado de Natal, no centro de Berlim. O atentado foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.