YouTube: como fixar comentários nos seus vídeos públicos [PC e celular]

Redação por Redação
7 Leitura mínima

Os donos de canais no YouTube têm à sua disposição diversas ferramentas que permitem uma interação mais completa com seu público. Um desses recursos permite a fixação de mensagens no topo da área de comentários.

Essa ferramenta possibilita que o compartilhador do conteúdo informe novidades, divulgue atualizações sobre o tema do vídeo e dê visibilidade para as opiniões dos usuários. Abaixo, aprenda a utilizar a função.

Se você gostou desse post, não esqueça de compartilhar:

Como fixar comentários em vídeos da plataforma

No aplicativo

Em primeiro lugar, no vídeo selecionado, escolha um comentário seu ou de outro usuário. Logo após, clique nos três pontos ao lado direito dessa mensagem e, por fim, clique em “Fixar no topo”. Caso apareça uma informação do YouTube pedindo algum tipo ativação para realizar essa ação, siga as instruções fornecidas pela plataforma.

No navegador para PC

Primeiramente, escolha um comentário e, no canto direito dele, clique nos três pontos. Ao final, selecione a opção “Fixar no topo”.

Imagem para ilustrar tutorial sobre o YouTube

Saiba mais sobre o YouTube

O site do YouTube foi registrado no seu formato beta em 14 de fevereiro de 2005 pelo trio Steve Chen, Chad Hurley e Jawed Karim, ex-funcionários da companhia de pagamentos virtuais PayPal. O objetivo da plataforma era possibilitar que pessoas comuns compartilhassem “vídeos caseiros”.

Durante o lançamento oficial, em 15 dezembro daquele mesmo ano, a plataforma já contava com cerca de 2 milhões de visualizações diárias de conteúdos audiovisuais. No verão de 2006, mais ou menos 100 milhões de vídeos já eram publicados diariamente.

Alguns meses depois, em novembro, a companhia de softwares e serviços virtuais Google comprava o YouTube por cerca US$ 1,65 bilhão em ações.

*Com informações do Britannica.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.